PAIM FILHO/RS, 20/11/2017  
O INDUBRASIL NA EXPOINTER

 

            Agnella - Grande Campeã Indubrasil - Expointer 2011   

               Finalizada a 34° Expointer e hora de fazermos uma um balanço de como foi o retorno da raça Indubrasil a Esteio. Antes disso será importante falarmos de como foi à organização do nosso trabalho para estarmos em tão grande evento, com tamanha responsabilidade.
               Muito trabalho e dedicação, esta foi a receita usada para podermos expor os seis animais. Devemos ressaltar aqui o nome das empresas que apostaram no sucesso do evento e colaboraram para com o Sítio Tio Fiorindo, são elas: Alta Genetics, Ouro Negro, Conte Agropecuária, Pimagro, FG comércio e Representações, Rádio Caiobá FM, Dna Consult, Seneval Veículos, Cerâmica Schenatto, Agro Campo, Matsuda e Vital nutrição animal e a Prefeitura Municipal de Paim Filho.
               O longo tempo em que ficou longe da exposição não afastou os criadores da raça dos seus objetivos, posso afirmar isso pela quantidade de criadores que passaram por lá e falaram do Indubrasil.
               Durante a Expointer concedi várias entrevistas para a televisão e para as rádios que cobriam o evento e sempre afirmei das qualidades da raça e do grande espaço que ela tem na atualidade. Vejamos a seguir.
               O Indubrasil puro está em falta no mercado, muitos criadores procuram reprodutores para fazer o melhoramento genético em sua propriedade.
               Os rebanhos esbanjam saúde, beleza, docilidade, rusticidade e claro, muito peso na balança.
               O indubrasil é requisitado para as famosas careteadas, muitas cidades já realizam este evento que já e tradição aqui no sul.
               Procura-se o Indubrasil em ocasiões de mero deleite, ou seja, seus proprietários os usam para embelezar sítios, fazendas em virtude da sua grande beleza e da sua grande qualidade, a docilidade.
               Muito recente é a famosa cruza Indubrasil – holandês, gerando animais com registros próprios denominados Indolando, animais que produzem muito leite e um peso espetacular. Podemos citar ainda o Canchim, o cruzamento Indubrasil, com o Charolês.
               O sítio Tio Fiorindo já inicia um trabalho de ordenhar as vacas Indubrasil, sendo que existem vacas sendo ordenhadas em todos o pais com resultados que se mostram satisfatórios, podemos citar a vaca Dysnei com 33 kg de leite dia.
               Além de todos estes fatores, não podemos esquecer que o Indubrasil tem ótimos resultados com qualquer raça taurina ou zebuína. Estas são apenas algumas das qualidades que fazem o Indubrasil ser um zebu de carne e leite.
               Assim é o Indubrasil, com todas estas qualidades é fácil de perceber o grande espaço que a raça tem no cenário nacional e internacional. Uso das palavras do jurado da ABCZ, Betão; O indubrasil esta de volta, muito moderno e com um grande caminho aberto pela frente, vamos pegar firme no cabresto e seguir firme a caminhada.
               Finalizando gostaria de agradecer a todos que incentivaram, visitaram e apoiaram à volta do Indubrasil a tão grande exposição.

Contador de visitas